Arquivo mensal: junho 2010

Homenagem a Gaia

Padrão

Silêncio.
É a Mãe que fala.
Através dos poros.

Escuta.
É a força que cala
E ajunta os povos.

Ouve.
O zunido desse nada
Que equilibra os pólos.

Cantando,
Embala seus filhos
Na rede desse chão.

Lugar onde nada se perde
E tudo se devora.
Onde o suor se rende
A toda hora.

Anúncios

Nem Antes nem Depois

Padrão

Revolucionária a leitura de Praticando o Poder do Agora, do alemão Eckhart Tolle.

Ponha na tua cabeceira sem ligar para os narizes contorcidos com ares intelectualoides daqueles que têm preconceito contra best-sellers internacionais ou contra qualquer obra que tenha nem que seja uma vaga ligação com a espiritualidade.

De personagem impotente, passas à condição de sujeito, de autor e de criador da tua realidade.

São exercícios simples que mostram como uma nova consciência pode estar a apenas um passo, ou a uma respiração.

A chave é pararmos de achar que estamos reduzidos à “nossa” mente: aquela voz que fala sem parar, que fica remoendo pensamentos que torturam e que planeja compulsivamente os próximos minutos, fazendo contas inúteis e nos deixando preocupados e ansiosos.

Só para lembrar: Tolle, que morou por muito tempo na Inglaterra, diz que não segue nenhuma religião em particular.

E Chegaram os Alquimistas!

Padrão

Este é também um blog alquímico.

Para que se complete a transformação dos elementos verbalizada por Jorge Ben, é preciso, na fórmula, simplicidade de base e uma certa dose de aquiescência.

Passaram-se 36 anos de seu corajoso trabalho e toda uma geração.
E eles chegaram. Caminham entre nós, e são muitos.

*O que está em baixo é como o que está em cima, e o que está em cima é como o que está em baixo, para realizar os milagres de uma única coisa.

E assim como todas as coisas vieram do Um, assim todas as coisas são únicas, por adaptação.

Sobe da terra para o Céu e desce novamente à Terra e recolhe a força das coisas superiores e inferiores.

E se afastarão de ti todas as trevas.

* Da Tábua de Esmeralda