TUDO DIZ

Infinito mar luar
Palavras como essas parecem mais nada dizer
pois agora todos falam sem alma.
Por isso
apenas sinta
a imensidão da poesia
nesse silêncio que respira.
A melodia e o sentimento
nas entrelinhas.
A cada intervalo
o meu calor.
O brio e o fulgor
neste ponto que nada detém:
nem do leitor o amor
nem do poeta a dor
da ausência de poesia
neste pobre mundo de verborragia.

MÚLTIPLOS DE DOIS

Uma pessoa no mundo,
Um suspiro de homem.

Para ter-se um ser humano no mundo
É preciso mais que um suspiro.

É preciso mais.

É preciso um silêncio
Onde caiba o universo inteiro.

Nós dois juntos
Somos muitos suspiros.

Multipliquemo-nos.
Multipliquemos a vida!

Que maravilha de criação infinita.

ÉTER-NIDADE

No afã de ser imortal, crio e recrio meu Universo.
Inspiro e expiro gozo e eternidade a cada linha.

TSUNAMI

Poetando
Busco calar.

Nas entrelinhas
Ouvir e murmurar

Um sentido só
Que seja.

Para não ser tragada
Por toda essa verborragia

E não ser atropelada
Pela falsa magia

É preciso uma corda bamba.
Acordemos!

O AMOR REDUZ AO PÓ

O amor é algo que fica meio escondido.
Guardado,
anos a fio.

Deixado de lado
em algum lugar que,
de tão discreto,
chega até a ser secreto.

O amor,
quando desabrocha,
do fundo,
fura até rocha.

Tal qual um botão de rosa que se abre em silêncio
que ninguém sabe em que momento se abriu.

Sem alarde, o amor penetra
e incendeia o corpo
por toda a parte.

É o amor que reduz-me a carne em chamas
quando, pelo nome, me chamas.

É somente o amor que dá vida
às labaredas da tua língua
que descem sobre mim.

E é só o amor que nos pode reduzir a pó
pela ardente vontade de sermos um só.

ÁFRICA
Começar
do fim
ao recomeço.

Em sonho
me viro
do avesso.

Acordada,
debato-me
em teus braços de anjo.

Exótico,
êxodo branco.
Passo meus dias por ali.

Em tua terra ferma,
terra eterna.
Meu coração à deriva.

PORTUGAL
Uma razão náufraga
De memória ida.
Registro sem mágoa,
E inspiração bem-vinda.

Esta terra está
Onde um coração arde.
Meu leme, meu lar
E um melancólico bem-estar.

Do verde norte
Ao mar azul do teu sul
Um ponto em teu espaço
É um mergulho no fundo.

Teu perfume
Nunca saiu do ar.
Saudade eterna
Em tempo de lembrar.

PRESENÇA
A presença
Que não conhece limite.
Com doçura,
Sussurra
Sua decisão de irromper
Selvagemente
O dia.

Com a serenidade
De um guerreiro
E a parcimônia da loucura
Invades somente o que é teu.

Embriagadas, as dissociadas
Vozes da noite
Ainda clamam por ti.

Mas só o silêncio responde
À sede contínua
De quem nele busca
A tua Fonte.

LÍTIO
Conhecer o dissabor
De aquecer os inimigos.
Brilhar para os cegos
Com os raios da carne.
E ser somente um sol…
Mas o sol não espera
Nem trabalha.
O sol é.

ASTRONAUTAS
Humanizar-se
Minimamente são.

O desafio dos deuses,
gigantes do além.
Glória sem temor.
Discreta, vive no interior.

Desconhecida da mente.
No indolente
Pulsar do coração.

ELEMENTAL
Elementais,
os elementos de minha alma.

Essenciais,
os aromas
de minha eterna busca.

LilásFamiliares,
carrego-os todos.

Junto a mim
Compomos o verso único.

E pouco a pouco
Deixo ir tudo.

Ressonante,
recrio meu Universo.

Nele, me desfaço
e refaço
em mil elos.

INSPIRADA (por um anjo)
O uni-verso é tão infinito
Quanto a minha vontade de abraçar o mundo.

Minhas asas invisíveis
São aquelas que abraças
Ao me sentires a teu lado.

Vê-me com os olhos da mente
E me terás para sempre.

Pois o êxtase que não acaba nunca
Vem da alegria de ser
A doce criatura que sempre foste – criança.

MENINO-HOMEM
Espelhos vivos
E uma vista cansada
De si mesma.

O mundo ainda presente
Desfaz-se num verde silêncio.

Mas a realidade do amor
Repousa gloriosa em teu sono.

És lindo.
E amas confuso como um menino.

EM CARACTERES
A poesia,
com calma,
desmembra-me a alma,
em mil caracteres.

Mil vezes sete
partidas sem vencedor.

Apenas a despedida
a um grande amor.

Adeus, amor.

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s